Dúvidas sobre o início do trabalho de parto

Trabalho de parto

Quando a gestação entra em seu terço final, as gestantes, principalmente as de primeira viagem, questionam sobre o início do trabalho de parto.

Como vou saber o momento em que o bebê vai nascer? Vai dar tempo de chegar ao hospital? Algumas alterações podem ser sinais de que o trabalho está começando, mas você pode ou não as notar antes que o parto inicie.

Sinais de que você está se aproximando do Trabalho de parto:

– Sentir que a barriga desce (ou cai). O que significa? É o que os médicos chamam de insinuação, ou seja, quando a cabeça o as nádegas do bebê descem em direção ao interior da pelve materna.

A insinuação fetal ocorre geralmente 2 semanas antes do parto nas gestantes de primeira viagem e em 2 a 5 dias antes do parto naquelas que já tiveram filhos.

** É importante ressaltar que estes números podem variar de mulher para mulher e, se não estiverem de acordo com a sua gestação, não necessariamente significam que algo está errado. SEMPRE, em caso de dúvida, consulte seu médico assistente.

– Aumento da secreção vaginal (rosa claro ou levemente sanguinolenta) O que significa? Nada mais é que o “tampão mucoso”. Este tampão é uma substância gelatinosa que é produzida pelo colo uterino desde o início da gravidez, formando uma barreira com a intensão de proteção contra infecções (literalmente funciona como uma rolha A eliminação do tampão mucoso é um sinal que o colo do útero está se preparando para o parto, não significando que a gestante tenha entrado em trabalho de parto. Mas se estiver com menos de 37 semanas de gestação, avise seu médico para investigar a possibilidade de parto prematuro.

*** É importante diferenciar a eliminação do tampão mucoso da perda de líquido amniótico. O tampão é gelatinoso e pode ser translúcido como clara de ovo, podendo ter a cor marrom, vermelha ou com fios de sangue.

Já o líquido amniótico é transparente e tem um cheiro característico de sêmen ou água sanitária. Quando o trabalho de parto (de verdade) começa, o colo do útero abre (dilata) e a musculatura uterina contrai, ou seja, a barriga fica dura, em intervalos regulares.

No intervalo entre as contrações o útero volta a ficar relaxado. Mas fique atenta, pois existem situações que simulam o trabalho de parto. Abaixo confira as diferenças entre o falso trabalho de parto e o verdadeiro trabalho de parto.

FALSO TRABALHO DE PARTO

Você pode sentir o útero contrair e relaxar bem cedo, mas de forma breve, leve e irregular, em torno da 28ª semana de gestação (em algumas mulheres a partir do segundo mês). São as chamadas contrações de Braxton Hicks. SÃO NORMAIS e geralmente ocorrem no final do dia. Características: As contrações são irregulares e geralmente indolores ou fracas.

As contrações param conforme a deambulação (caminhada), repouso ou com a mudança de posição. A dor geralmente é na frente (na barriga).

IMPORTANTE

– Às vezes, a única maneira de diferenciar as contrações de Braxton Hicks das contrações de um trabalho de parto verdadeiro é através de um exame vaginal para avaliar o colo uterino e possíveis sinais que indiquem o início do trabalho.

TRABALHO DE PARTO VERDADEIRO Características: 

Os intervalos entre as contrações passam a ser regulares e, com o tempo, ficam mais próximas e duram cerca de 30-70 segundos. As contrações não cessam apesar da movimentação ou repouso da gestante.

As contrações geralmente começam nas costas e se direcionam para a frente.

As informações acima são de caráter estritamente informativo e não devem ser utilizadas para autodiagnóstico ou automedicação. Qualquer alteração no curso normal da gestação deve ser comunicada ao médico assistente.

× Como podemos te ajudar?