Gravidez e viagem

Gravidez e viagem

A melhor época para viajar é provavelmente o meio de sua gravidez, entre as semanas 14 e 28.

As emergências mais comuns da gravidez geralmente acontecem nos primeiro e terceiro trimestres. E após 28 semanas de gestação pode ser mais difícil para você se locomover ou ficar sentada por muito tempo. Se for uma viagem longa de carro ou ônibus, divida o percurso em não mais de 5 horas de viagem por dia e pare a cada hora e meia ou duas horas para caminhar um pouco, ir ao banheiro e se alimentar de forma leve.

Use sempre o cinto de segurança, mesmo que o veículo tenha airbag. Se for viajar de avião, cuidados a mais devem ser tomados. Algumas linhas aéreas domésticas restringem as viagens durante o último mês de gravidez ou exigem um atestado médico. Outras desencorajam a passageira a viajar após 36 semanas de gestação.

Caso você esteja planejando um roteiro internacional, o limite da idade gestacional para voar é muitas vezes menor.

A AITA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) recomenda às companhias aéreas que peçam uma autorização médica para as grávidas que viajarem a partir da 36ª semana (32ª, no caso de gestações múltiplas). Muitas empresas fazem essa exigência, mas a semana em que ela é obrigatória pode variar. Informe-se com a sua companhia para saber quais são os procedimentos.

Dicas durante o voo:

Escolha um assento no corredor, assim fica mais fácil levantar, caminhar e ir ao banheiro. Em voos longos, use meia de média compressão, faça exercícios com as pernas enquanto estiver sentada e caminhe um pouco. Tome um litro de água para cada 6 horas de viagem. Use soro na cavidade nasal para umidificá-la.

Evite alimentos que produzam gases e refrigerantes antes de seu voo. Evite chá, café e bebidas à base de cola, pois são diuréticas e aumentam a vontade de urinar. Use o cinto de segurança durante todo o voo, colocado sobre os quadris, abaixo de sua barriga.

Se você costuma ter enjoo, seu médico pode prescrever medicamentos contra as náuseas. Se a viagem for de navio, as principais preocupações são o enjoo e a alimentação. Primeiramente pergunte ao seu médico quais medicamentos contra náusea são seguros para você.

Em relação à alimentação, o grande problema são as infecções intestinais. Existem vários tipos de microrganismos (bactérias, vírus e parasitas) que podem infectar os viajantes e variam de acordo com países e regiões visitadas. A maioria dos agentes infecciosos pode ser adquirida através de transmissão fecal-oral, resultante da contaminação da água e alimentos por dejetos, direta ou indiretamente.

Nos alimentos, a contaminação pode ocorrer antes, durante ou após o preparo. A água segura para beber é a água da torneira que foi fervida durante 1 minuto, ou então, água engarrafada, com ou sem gás, de marcas confiáveis. Evite frutas e vegetais frescos a menos que tenham sido cozidos ou se você mesmo os preparou.

Não coma carnes cruas ou malcozidas. IMPORTANTE Em qualquer fase da gestação, consulte seu obstetra antes de viajar, para saber se há algum risco ou se é preciso tomar cuidados extras.

Links úteis:

CIVES – Centro de Informação em Saúde para Viajantes
http://www.cives.ufrj.br AZUL http://www.voeazul.com.br/servicos/embarque-de-estantes

AVIANCA
http://www.avianca.com.br/informacoes_sobre_viagem/prepare_sua_viagem/gestantes

GOL
http://www.voegol.com.br/pt-br/viaje-sem-duvidas/passageiros-especiais/gravidas/Paginas/gravidas.aspx

LATAM
https://www.latam.com/pt_br/informacao-para-sua-viagem/necessidades-especiais/gestantes/


Dr. Samir Arus CRM/PR 26400

× Como podemos te ajudar?